Followers.

sexta-feira, janeiro 08, 2010

O dia

O dia amanheceu estranho aqui em casa, com cheiro de silêncio. Como se algo estivesse faltando.
Olhei o relógio e ainda eram 4:00, pensei em ficar acordado e ver o sol nascer, já que o sono vinha em conta gotas por situações do dia anterior. É interessante como a importância de estar bem com as pessoas que se gosta é tão primordial que sobrepuja o sono, E dormir, descansar, mesmo que meia horinha, pra todo mundo é fundamental. Enfim, resolvi que deveria pelo menos me deitar e parar de andar para um lado e outro tomando chá. adormeci e acordei às 8:00 com meu despertador, olhei a casa e ainda tinha algo faltando. Tomei café da manhã. Resolvi ler um pouco, mas logo adormeci novamente e sonhei uma coisa que eu percebi como o que faltava para mim aquela hora: o abraço da amada. Sonhei que ainda deitado ela me abraçava com todo o calor e delicadeza que só ela tem no abraço dela, e eu me levantando, repeti o ato. Mas acordei e ela não estava, então resolvi sair do lugar onde estava e me reclinar no sofá pra ler mais um pouco. Sei que não sou lá uma pessoa comum ou alguém tão incomum assim, tento ser eu mesmo e pronto. Acho que todo mundo que tem uma identidade semi-formada pensa um pouco assim. Mas sempre falta algo, que podemos encontrar em amigos, amores, família, lugares, coisas, situações, emoções, sensações e sempre encontramos. Aquela cerva com os amigos no bar é um pedaço, assim como aquele dia de calmaria como a pessoas amada é outro pedaço e aquele dia sozinho vendo o pôr-do-sol no cais também é. E não é que isso seja contentação, mas é sim contemplação do tempo e das pessoas, mesmo que por simples instantes.
Escrevendo aqui lembrei da sensação que senti ao sonhar um abraço. Não tem uma explicação plausível,  nós  só  sabemos  que é  bom. E isso completa.

Por agora é isso.


Abraços

Um comentário:

Menina_Veneno disse...

Sonhar com abraço e sentir o calor é incrívelmente surreal.
Cheiro de silêncio é que foi ótimo.
Amo vc,coisa!